Sorvetes

Sorvetes é a terceira categoria de impulso das lojas de conveniência. Assim como ocorre com Bomboniere e Snacks, a compra de sorvetes, na maioria das vezes, não é planejada e acontece quando o consumidor se depara com a oferta do produto. De fato, a chamada “Linha Impulso” é a de maior venda e volume.

A localização da conservadora de sorvetes é estratégica. Normalmente, fica próxima ao checkout, bem no caminho do cliente.

Apesar de importante para o canal, a participação da Categoria nas vendas continua no mesmo patamar. Em 2018, representou 4,7% do faturamento. Explorar melhor o seu potencial, com especial atenção à sua gestão, pode implicar aumento de receita: mix de produtos adequado e sem rupturas, bom merchandising, conservadora bem abastecida e com a manutenção em dia são alguns aspectos que geram bons resultados. Ações promocionais com a “Linha Leve para Casa” e treinamento da equipe de vendas para sugerir a compra de sorvetes são providências que também podem alavancar vendas.

Inovação

Para enfrentar a crise e, ao mesmo tempo, adequarem a oferta às novas demandas do consumidor, as indústrias do setor têm investido em inovações, novos sabores, apelo nutritivo, ingredientes naturais, entre outros atributos. Vale mencionar, também, a expansão, no mercado brasileiro, de sorvetes tipo artesanais, gourmet e paletas.

Resultados de 2018

Mercado Total de Lojas de Conveniência (Nielsen)

  • A participação da categoria nas vendas do Mercado Total, em 2018, foi de 4,7%.
  • A UNILEVER/KIBON continuou liderando o ranking dos fabricantes. A FRONERI (as marcas da Nestlé pertencem a esse fabricante, a empresa é uma joint venture da Nestlé e a R&R) manteve o 2º lugar. Já a 3ª colocação passou para a SORVETES JUNDIÁ que ultrapassou a GENERAL MILLS.
  • Em 2018, o ranking das marcas passou a ser divulgado pela Nielsen de outra forma, englobando as marcas individuais. Assim, KIBON foi a líder da categoria na lista Top 5, seguida de NESTLÉ, BEN & JERRYS, JUNDIÁ e OREO.
  • Magnum, Fruttare, Tablito, Cremosíssimo e Cornetto formaram a lista dos produtos Top 5:
    KIBON,51 A 100ML, IMPULSO, MAGNUM, MAGNUM, UNILEVER;
    KIBON,51 A 100ML, IMPULSO, FRUTTARE, FRUTTARE, UNILEVER;
    KIBON,51 A 100ML, IMPULSO, TABLITO, KIBON, UNILEVER;
    KIBON,2L, DOMÉSTICA, CREMOSISSIMO, CREMOSISSIMO, UNILEVER; e
    KIBON, ATÉ 150ML, IMPULSO, CORNETTO, CORNETTO, UNILEVER
  • No ranking Top 10, todos os produtos pertencem a UNILEVER/KIBON. Oito são da linha impulso e dois, da linha doméstica (“leve para casa”).

RANKING FABRICANTES - SORVETES

2017 2018
UNILEVER 1 1
FRONERI 2 2
SORVETES JUNDIA IND. E COM. 4 3
GENERAL MILLS 3 4
KASCAO 5 5

Fonte: Nielsen

RANKING MARCAS - SORVETES

2017 2018
KIBON 1 1
NESTLE 2 2
BEN JERRYS 3 3
JUNDIA 6 4
OREO 9 5
HAAGEN DAZS 5 6
KASCAO 7 7
GAROTO 4 8
ZOOPER 10 9
LACTA 11 10

Fonte: Nielsen

RANKING PRODUTOS - SORVETES

2017 2018
KIBON,51 A 100ML,IMPULSO,MAGNUM 1 1
KIBON,51 A 100ML,IMPULSO,FRUTTARE 3 2
KIBON,51 A 100ML,IMPULSO,TABLITO 4 3
KIBON,2L,DOMESTICA,CREMOSISSIMO 2 4
KIBON,ATE 150ML,IMPULSO,CORNETTO 15 5
KIBON,1.5 L,DOMESTICA,CREMOSISSIMO 70 6
KIBON,101 A 150ML,IMPULSO,MINI ESKIBON 5 7
KIBON,51 A 100ML,IMPULSO,CHICABON 6 8
KIBON,51 A 100ML,IMPULSO,BRIGADEIRO 7 9
KIBON,51 A 100ML,IMPULSO,PETIT GATEAU,MAGNUM 8 10

Fonte: Nielsen

Mercado de Sorvetes Deve Crescer Até 5% em 2019

“O mercado brasileiro de sorvetes tem se tornado cada vez mais atrativo e prova disso é que o País já é o sexto maior produtor mundial ficando atrás dos Estados Unidos, China, Rússia, Japão e Alemanha. Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (Abis), embora o consumo per capita ainda seja de 5,44 litros/ano a perspectiva é que este produto ganhe cada vez mais relevância na economia. Ainda de acordo com a Abis, a estimativa é que a indústria de sorvetes cresça de 3% a 5% em 2019 (…).”

Publicado em 27/02/2019
Fonte: site Folha de Niterói – Economia

Saiba mais

Mercado de sorvetes quer surpreender o consumidor e impulsionar as vendas

Se reinventar com um produto já conhecido no mercado é muito difícil. E é isso o que acontece com o mercado de sorvete. Para manter as vendas em alta, os empresários do setor apostam em novidades.

O consumo de sorvete no Brasil ainda é pequeno comparado com o de outros países, segundo a Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvete (Abis). A Nova Zelândia é o país que mais consome o produto: 28,3 litros por ano, por pessoa. Nos Estados Unidos, são 20,8 litros. No Brasil, que tem clima mais quente, a média por pessoa é de 5,4 litros por ano. “É a cultura do Brasil, se tá chovendo, ventou um pouquinho, a pessoa já diz ‘não vou tomar sorvete porque eu vou ficar gripado’. Mas você nunca vai ter uma gripe por causa do sorvete. São problemas culturais”, afirma Eduardo Weisberg, presidente da Abis. (…)”.

Publicado em 27/01/2019
Fonte: site G1 – PEGN

Como inovar no mercado de sorvetes? Confira as maiores tendências!

“Com o clima quente predominante em todo o país durante a maior parte do ano, o mercado de sorvetes é um dos que mais cresce. A perspectiva é que ele se amplie cerca de 81% até 2020, segundo pesquisa do Mintel. Como ele acompanha as tendências do setor de alimentação, novos sabores, técnicas e inserção de um público diferenciado podem garantir inovação para quem quer empreender nesse mercado.”

Publicado em 17/03/2018
Fonte: site da Sorvetec

LEIA MAIS