Óleo Combustível

O consumo de óleo combustível em 2018 teve redução de 31,6%, comparado a 2017, fechando o ano com um volume de 2,3 bilhões de litros vendidos.

Todas as regiões tiveram quedas acentuadas de consumo em 2018, com destaque para o estado do Pará, maior estado consumidor de óleo combustível, que teve uma queda de 43,9%, o que correspondeu a 400 milhões de litros, principalmente em função do aumento de produção da hidrelétrica de Belo Monte, que será, quando concluída, a maior hidrelétrica 100% brasileira.

Também mereceram destaque as quedas no consumo dos estados de Pernambuco (-46,9%) e Bahia (-38,4%), que tiveram uma forte influência do aumento da oferta de energia eólica, tornando possível o desligamento das usinas termelétricas, grandes demandadoras do produto.

A energia eólica atingiu, em 2018, uma capacidade instalada semelhante à da hidrelétrica de Itaipu. De todos os parques eólicos nacionais, a Região Nordeste correspondeu a 83,5%, seguido da Região Sul, com 14,4% do total. A geração eólica média, segundo dados da ONS, teve, em 2018, um aumento de 14,6%, em comparação com 2017.

PARTICIPAÇÃO POR SEGMENTO - 2018 (%)

Fonte: ANP
2,3 bilhões de litros

PARTICIPAÇÃO POR DISTRIBUIDORA - 2018 (%)

Fonte: ANP/FGV
2,3 bilhões de litros

HISTÓRICO DE VENDAS DE ÓLEO COMBUSTÍVEL

Fonte: ANP/FGV