2018 foi mais um ano de expansão e
consolidação para o Jogue Limpo

Durante 2018, o Instituto Jogue Limpo seguiu realizando e consolidando sua atividade principal de entidade gestora do sistema de logística reversa das embalagens plásticas de óleo lubrificante usadas, tendo encerrado o ano cumprindo todas as metas definidas com os Órgãos Ambientais e com seus associados.

No ano de 2018, o Jogue Limpo atingiu 100% dos municípios no estado do Mato Grosso do Sul, além disso, iniciou a operação no estado de Mato Grosso, atendendo 13 cidades. Incluem a capital Cuiabá, Várzea Grande e mais 11 cidades que, juntas, representam, aproximadamente, 50% da população e da economia do Estado. Com estas expansões o Jogue Limpo já atua em 16 Estados e mais o DF, que representou atendimento a 4.249 municípios.

Dentro da estratégia do Instituto está crescer fortemente no número de PEVs (pontos de entrega voluntária) a cada ano, visando uma operação cada vez mais ambientalmente eficiente. Os caminhões poderão rodar menos (emitindo menos CO2) e sendo mais eficientes rodando com carga cheia. Em 2018, foram inaugurados 103 novos PEVs, fechando o ano com 112.

Tal iniciativa representa, principalmente, um avanço cultural de engajamento positivo e proativo da sociedade, representada pelos consumidores e comerciantes varejistas, na medida em que se mobilizem de forma participativa (responsabilidade compartilhada) no processo de logística reversa, conforme previsto na PNRS (Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei 12.305/2010).

PLÁSTICO - NÍVEL DE ATIVIDADE

A atividade do Jogue Limpo quanto ao encaminhamento de plástico para destinação ambientalmente correta foi superior ao ano anterior em 2,7% (4.674 ton), ficando ligeiramente superior (0,6%) em relação à meta com o Ministério do Meio Ambiente (4.647 ton). Conforme pode ser observado no gráfico com histórico de pesos desde 2010.

Com relação ao Oluc (óleo lubrificante usado ou contaminado), dentro do seu processo de expansão, o Instituto obteve do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) a não oposição para iniciar ações, no sentido de realizar a gestão da logística reversa do referido resíduo, em nome de seus associados. Assim sendo, começou a realizar uma operação teste no estado do Espírito Santo.

Através da contratação de coletor independente, devidamente autorizado a operar pela ANP, foram coletados – e enviados ao setor do Rerrefino – quase 580.000 litros, através de aproximadamente 2.200 coletas, com cerca de 97% delas sendo registradas no sistema eletrônico Jogue Limpo, de forma georreferenciada, em tempo real, via aplicativo especialmente desenvolvido para evoluir o método de registro das coletas de Oluc. O sistema eletrônico representa um avanço significativo com vantagens inequívocas de combate a fraudes quando comparado ao sistema em vigor altamente suscetível a operações com irregularidades.

Outrossim, vale ressaltar que em 2018, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), foram coletados, em 4.252 municípios e destinados ao setor do rerrefino, cerca de 423 milhões de litros de Oluc.

O Instituto encerrou seu quarto ano de atividades com 32 empresas associadas. Juntos, estes fabricantes e importadores de óleo lubrificante representam, conforme dados da ANP, relativo ao ano de 2018, uma significativa parcela do setor – 89,4% do mercado.

Os 32 associados, solidária e proporcionalmente, desembolsaram um total de R$ 23.271.000,00, em 2018, que compreende, além das despesas relativas ao referido teste no estado do Espírito Santo, os custos correlatos administrativos de gestão e da operação de logística reversa das embalagens plásticas usadas.

“Foram destinadas de forma ambientalmente correta 4.674 toneladas de plástico.”

Os desafios para 2019 já estão definidos, em conjunto com os órgãos ambientais competentes: continuar expandindo o sistema de logística reversa de embalagens plásticas em mais uma Unidade Federativa; destinar de forma ambientalmente correta mais de 4.700 toneladas de plástico; crescer o número de PEVs; e ampliar, gradualmente, os resultados dos atuais 112, como também, estar presente em mais de 4.300 municípios.

Quanto à gestão da logística reversa do Oluc, as metas para 2019 envolvem iniciar sua gestão nas regiões Centro-Oeste e Norte, utilizando o sistema do Jogue Limpo e aplicativo desenvolvido especialmente para garantir o registro de coletas (de forma georreferenciada), em tempo real, além de buscar estar presente em 100% dos municípios dos estados envolvidos.